GRAMÁTICA 03 – There is/there are

Em português, quando nos referimos a “existência”, quase não há distinção entre os verbos “ter e haver”. O verbo “haver” em inglês indica existência.

O algorítimo ou fórmula para construção de frases afirmativas, interrogativas e negativas é uma repetição do verbo “to be” porém, utilizando a partícula THERE nas frases como sujeito seguido do verbo “to be”:

I am, this is, there is, there are.

Na verdade essa estrutura também é chamada de “dummy subject” sujeito fantoche.

Usa-se (there is) para o singular e (there are) para o plural, lembre-se disso.

There is one: Há um(a), existe um(a).

There is one door in this room.

There are two: Há dois(as), existem dois(as).

There are two windows in this room.

Are there other instruction on the message?

Is there a lot of meat left from the barbecue?

There aren’t other instruction on the message.

There isn’t a lot of meat left from the barbecue.

Em nenhuma das frases acima podemos usar o verbo “to have” pois, esse se refere a possessão não existência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *